OAB

13/07/2016
OAB-PB fará campanha em defesa das prerrogativas dos advogados paraibanos


OAB-PB fará campanha em defesa das prerrogativas dos advogados paraibanos

 

Uma caravana da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), percorrerá em breve várias comarcas do Estado, partindo da capital João Pessoa, passando por Campina Grande e Guarabira até a Região do Alto Sertão, onde está localizada a maioria das Subseções, para esclarecer a juízes e servidores o significado das prerrogativas da categoria.

 

“O objetivo principal é demonstrar que elas não representam privilégios, mas garantias profissionais que têm como objetivo defender o cidadão que procura o Poder Judiciário através de um advogado, para que as mesmas não sejam suprimidas, inibidas ou minoradas”, destacou o presidente da OAB-PB, Paulo Maia.

 

Nesse sentido, ele afirmou que uma cartilha de prerrogativas também será distribuída pela Ordem junto à sociedade, servidores, juízes, membros do Ministério Público e também advogados, pois alguns destes também desconhecem quais são elas e o seu significado. Além de fortalecer a valorização e conhecimento, a OAB-PB também combaterá todo e qualquer ato que viole essas prerrogativas.

 

Reclamações comuns

 

Dentre as reclamações mais corriqueiras, ele citou o impedimento no acesso de advogado a juiz em horário de trabalho, fazendo com que o mesmo seja atendido por um assessor, bem como na advocacia criminal não ser-lhe permitido o acesso a inquéritos, ainda que em segredo de Justiça, a comunicação com o preso e o acesso a autos em cartórios e varas, ainda que não habilitado.

 

“A ausência de juízes também é uma situação que viola prerrogativas, porque o seu horário de expediente também visa o atendimento a advogados”, lembrou, acrescentando que há muitas outras violações e prerrogativas que devem ser combatidas, por conta dos prejuízos que causam aos advogados e ao seu trabalho que tem fim social.

 

Sistema nacional de monitoramento

 

O tema foi objeto de debate durante recente Encontro Nacional, que contou com a participação dos presidentes da OAB-PB e da Comissão de Prerrogativas, Paulo Maia e Alyyson Fortuna, respectivamente, do presidente da Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Jarbas Vasconcelos, e representantes das Seccionais de todo o País.

 

Na ocasião, foi aprovada a criação de um sistema nacional de monitoramento de violação de prerrogativas. O sistema deverá ser integrado por um aplicativo para celular em que qualquer cidadão, advogado ou não, poderá denunciar abusos e violações às prerrogativas de advogados, permitindo a coleta de dados sobre os números de atendimento de denúncias, o que foi solucionado e qual a autoridade com maior índice de violação de prerrogativas.

 

    • Abertura IX Conap
      Abertura IX Conap
    • IX Conap, palestras sala Junior Bento – sexta (manhã)
      IX Conap, palestras sala Junior Bento – sexta (manhã)
    • IX Conap, palestras sala Fátima Lopes – sexta
      IX Conap, palestras sala Fátima Lopes – sexta
    • IX Conap, palestras sala Levi Borges – sexta (manhã)
      IX Conap, palestras sala Levi Borges – sexta (manhã)
    • IX Conap, palestras sala Lylia Guedes – sexta (manhã)
      IX Conap, palestras sala Lylia Guedes – sexta (manhã)
    • IX Conap, palestras sala Lylia Guedes – sexta (tarde)
      IX Conap, palestras sala Lylia Guedes – sexta (tarde)